Mauá, 23 de novembro de 2017
Bom Dia

Atendimento
11 4309.0400
Fale Conosco   Associe-se

SCPCOnline
.
.
Você está em > Aciam > Notícias > Presidente da ACIAM fala sobre necessidade de apoiar comerciantes e empresários de Mauá
Presidente da ACIAM fala sobre necessidade de apoiar comerciantes e empresários de Mauá
Presidente da ACIAM fala sobre necessidade de apoiar comerciantes e empresários de Mauá
Presidente da ACIAM fala sobre necessidade de apoiar comerciantes e empresários de Mauá

Celebrado no último dia 16 de julho, o Dia do Comerciante é uma data que não trouxe muitos motivos para ser comemorada em Mauá. Pelo menos é isso o que pensa o atual presidente da ACIAM (Associação Comercial e Industrial de Mauá) Harry Horst Walendy Filho. Eleito para o triênio 2017/2020, Walendy acredita que muitos empresários e comerciantes se veem sem o devido apoio, de uma maneira geral, para fazer com que seus negócios prosperem.
“Acho que não há muito a comemorar. O comerciante hoje, de forma geral e não só em Mauá, sente-se abandonado pelo Poder Público. Existe uma força arrecadatória muito grande e o empresário, de uma forma geral, não vê a contrapartida disso. Ele recolhe o imposto dele, mas é assaltado, a rua em frente ao seu estabelecimento não tem asfalto, ou está esburacada, um funcionário precisa passar por uma consulta e acaba perdendo o dia inteiro de trabalho”, disse.
Contudo, não é apenas a sensação de abandono que tem sido prejudicial aos comerciantes. O momento de crise vivida no país também contribui para que as dificuldades enfrentadas pelos empresários aumentem, na analise do novo presidente da ACIAM. “Acho que temos duas visões neste caso. Uma delas, bastante básica, é de que é realmente necessário aguardar a melhora econômica porque o número de desempregados que temos no Grande ABC é muito grande, maior que a média nacional. E percebemos que esse pessoal só voltará a consumir quando voltar a ter emprego”, refletiu Walendy. Por outro lado, o presidente da entidade crê que é necessário aos empresários trabalharem em novidades para superar esse momento. “O comerciante, de forma geral, precisa criar uma forma de sair (desta situação). Ele não pode ficar sentado, esperando o cliente voltar. Ele tem que ser ousado, criando algo, seja aumentando a oferta de produtos, criando promoções ou uma nova forma de pagamento”, afirmou.
Perguntado sobre o que a ACIAM poderia fazer para auxiliar o comércio local, Walendy revelou que a associação está disposta a trabalhar para mudar esse cenário em Mauá. E para isso, já tem dado os primeiros passos em direção daquilo que julga essencial para melhorar a situação do comércio mauaense: oferecer mais possibilidades de capacitação para os comerciantes.
“Nós pretendemos, primeiro, fazer um trabalho de capacitação. Estamos estudando a realização de palestras e já tivemos uma, no final de junho, com a Receita Federal e já temos uma palestra programada para o dia 22 de agosto com um especialista em Mídias Digitais. Também já temos fechada uma parceria com a Secretaria de Trabalho e Renda de Mauá, para um programa de capacitação tanto para empresários quanto para empregados, em alguns assuntos que são extremamente necessários para o comércio. Serão quatro cursos em parceria com a Secretaria e com o SESI”, finalizou.


Assunto: Destaques






Voltar   Imprimir   Topo   Página Inicial   Fale Conosco
 
ACIAM
Associação Comercial e Industrial de Mauá
Todos os Direitos Reservados - 2017

Central de Atendimento
(11) 4309-0400
Fale Conosco
 
Nossa Localização
Rua Guido Monteggia, nº 151
Centro - Mauá - SP
Mapa de Localização


Projeto desenvolvido
pela Agência de
Web & Design Globeweb
www.globeweb.com.br
Produzido por | globeweb | www.globeweb.com.br