Mauá, 28 de maio de 2017
Boa Noite

Atendimento
11 4309.0400
Fale Conosco   Associe-se

SCPCOnline
.
.
Você está em > Aciam > Notícias > Vacina contra febre amarela pode causar efeitos colaterais
Vacina contra febre amarela pode causar efeitos colaterais
Vacina contra febre amarela pode causar efeitos colaterais
Vacina contra febre amarela pode causar efeitos colaterais
O público alvo é formado somente por pessoas que irão se deslocar para áreas consideradas de risco para a transmissão da doença.

A Prefeitura de Mauá, por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica, alerta a população que a vacina contra a febre amarela não faz parte do calendário vacinal vigente na cidade. O público alvo é formado somente por pessoas que irão se deslocar para áreas consideradas de risco para a transmissão da doença. No País, há hoje 95 municípios com recomendação temporária de vacinação, a maioria localizada na região Sudeste, e 3.529 com recomendação permanente.
Embora não tenha nenhum caso registrado da doença, a cidade registrou alta no número de doses aplicadas nas unidades de Saúde em janeiro deste ano, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 38 doses aplicadas em janeiro de 2016, contra 1.050 este ano. Em todo o ano passado, foram 661 imunizações contra febre amarela.
O município recebe número de vacinas suficiente para atender o público alvo. Até o dia 3 de fevereiro, foram enviadas pelo Ministério da Saúde 3.050 doses.
Se não há indicação, a pessoa deve evitar a vacina, já que estará sujeita aos efeitos colaterais. O mais comum é a dor no local de aplicação, que se apresenta em 4% dos adultos e um pouco menos em crianças pequenas. É de curta duração, de intensidade leve a moderada e ocorre entre o primeiro e segundo dias após a aplicação.
Também pode ocorrer febre, dor de cabeça e dor muscular em aproximadamente 4% dos que se vacinam pela primeira vez e em menos de 2% dos que tomam a segunda dose, nos três primeiros dias após a imunização.
Há ainda riscos mais graves, embora a incidência seja menor. No Brasil, entre 2007 a 2012, reações de hipersensibilidade (reação anafilática) e doença neurológica aguda (encefalite, meningite, entre outras) ocorreram na proporção de 0,42 casos por 100 mil doses administradas.
A vacina deve ser aplicada pelo menos 10 dias antes da viagem ao local de risco. No caso de pessoas com mais de 60 anos, é necessária avaliação médica. A imunização só não é recomendada para gestantes e mulheres que estejam amamentando crianças de até 6 meses.
As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. Complicações podem ocasionar morte.


Assunto: Últimas Notícias






Voltar   Imprimir   Topo   Página Inicial   Fale Conosco
 
ACIAM
Associação Comercial e Industrial de Mauá
Todos os Direitos Reservados - 2017

Central de Atendimento
(11) 4309-0400
Fale Conosco
 
Nossa Localização
Rua Guido Monteggia, nº 151
Centro - Mauá - SP
Mapa de Localização


Projeto desenvolvido
pela Agência de
Web & Design Globeweb
www.globeweb.com.br
Produzido por | globeweb | www.globeweb.com.br