Mauá, 30 de maio de 2017
Bom Dia

Atendimento
11 4309.0400
Fale Conosco   Associe-se

SCPCOnline
.
.
Você está em > Aciam > Notícias > Atila aponta R$ 42 mi em repasses da União
Atila aponta R$ 42 mi em repasses da União
Atila aponta R$ 42 mi em repasses da União
Atila aponta R$ 42 mi em repasses da União

Em viagem a Brasília desde segunda-feira, o prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), afirmou ao Diário que obteve garantias do Ministério das Cidades de que o município receberá o valor de R$ 42 milhões em verbas federais, por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e do plano habitacional Minha Casa, Minha Vida.
Parte deste montante – R$ 9 milhões –, segundo o socialista, foi garantida pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), e referem-se a financiamentos para obras de urbanização do Jardim Cerqueira Leite, projeto este congelado há cinco anos. “O governo anterior (do ex-prefeito Donisete Braga, PT) deixou essa obra abandonada. O bairro ficou completamente esquecido, semelhante à Faixa de Gaza, como uma área degradada. O projeto levará asfalto, drenagem e a construção de conjuntos habitacionais. Isso vai levantar a autoestima da população daquela região”, frisou Atila.
O projeto de urbanização e regularização do Cerqueira Leite foi assinado ainda em 2012, pelo então prefeito Oswaldo Dias (PT, 2009-2012) e consistia em várias fases, sendo uma delas a remoção de 470 famílias para um conjunto habitacional no Jardim Kennedy. De lá para cá, nada avançou na prática. Segundo Atila, a liberação para a transferência do recurso já foi dada ontem pelo ministro tucano.
O chefe do Executivo de Mauá também recebeu sinalização de transferência de R$ 33 milhões para o setor de Mobilidade Urbana. Os recursos, segundo ele, serão utilizados para financiamento da construção de dois terminais (Jardins Itapark e Zaíra) e a reforma do Itapeva. Essa verba, porém, ainda depende do envio dos projetos ao governo federal.
Além de Atila, os prefeitos de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), e de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), também estiveram na Esplanada dos Ministérios em busca de aportes federais. Enquanto Auricchio iniciou tratativas com a Pasta das Cidades sobre a abertura de créditos para financiamentos voltados para as áreas de drenagem e Mobilidade Urbana junto à Caixa Econômica Federal, Kiko formalizou junto ao ministro Marx Beltrão (PMDB, Turismo) pedido para mudança de objeto da construção do teleférico, já engavetado pela administração municipal.
“Para a área de drenagem, temos vários projetos em estoque no DAE (Departamento de Água e Esgoto) que podemos buscar o financiamento”, destacou Auricchio, ao citar a retomada das obras da construção de galeria de águas pluviais na Avenida Fernando Simonsen, no bairro Cerâmica.
Kiko, por sua vez, obteve “sinalização positiva” para liberação de recursos para obras da Vila do Doce e do Portal Turístico local. “Apresentamos demandas de Ribeirão para ampliar o poder de investimento da cidade em importantes projetos, que contemplam a população”, enfatizou o socialista.
AME Mauá irá ampliar a oferta de exames de ultrassom
Agora, a expectativa da nova diretoria é aumentar em até 20% o número de ultrassons ofertados aos usuários
O Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Mauá, parceria entre Governo do Estado e Fundação do ABC, irá ampliar a oferta de exames de ultrassonografia nos próximos meses. A previsão é de que a mudança ocorra até o início do segundo semestre. Inaugurada em 2011, a unidade funcionava desde então com o mesmo equipamento. Agora, a expectativa da nova diretoria é aumentar em até 20% o número de ultrassons ofertados aos usuários. No primeiro trimestre deste ano, 2.000 pacientes foram submetidos ao procedimento, sendo a média mensal de 670 exames.
A verba é oriunda de emenda parlamentar do deputado estadual André Soares (DEM), no valor de R$ 80 mil. A previsão é de que o investimento chegue ainda em abril à unidade. O diretor geral do AME, Dr. João Carlos Arilla, acompanhou a assinatura do convênio de recebimento do aporte dia 11 de abril, no Palácio dos Bandeirantes, junto ao governador Geraldo Alckmin. “Essa ajuda chegará em ótimo momento para nossa unidade. Já sabíamos que a vida útil do atual aparelho estava chegando ao fim e, com a substituição, prevemos ampliar a capacidade para até 2.400 exames por trimestre”, explica Arilla. Atualmente há cerca de 1.000 pacientes na fila de espera pelo exame.
Na unidade são realizadas ultrassonografias simples, com doppler, arterial, venosa, hepática, da tireoide, carótida, transvaginal, abdominal, vias urinárias, entre outros tipos. Referência para atendimento médico de média complexidade à população da microrregião de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, a unidade também atende a pacientes de Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema.
O quadro de especialidades médicas do AME Mauá conta com as áreas de alergologia, neurologia, cardiologia, oftalmologia, dermatologia, ortopedia, endocrinologia, urologia, gastroclínica e nefrologia. As áreas não médicas atendidas são enfermagem, psicologia e fisioterapia. A unidade também realiza pequenas cirurgias ambulatoriais, assim como exames de diagnóstico e terapia.
TRABALHO PREVENTIVO
Para evitar intercorrências relacionadas à inundação por enchentes na área interna, a diretoria do AME Mauá planeja iniciar obras preventivas a partir de maio. O atendimento ao público não sofrerá prejuízos. O objetivo é evitar que computadores e equipamentos novamente sejam danificados, como ocorreu no verão do ano passado. Serão feitos trabalhos de canalização de esgoto, pintura, intervenções no telhado, entre outras melhorias. O investimento, oriundo do Governo do Estado, é de R$ 528 mil e a previsão é de que, após o início, a reforma seja concluída em até quatro meses.
Pesquisa de satisfação realizada pela Secretaria de Estado da Saúde mostra que os AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) do Governo do Estado têm altos índices de aprovação dos pacientes e usuários. A média geral das mais de 50 unidades de todo o Estado em 2016 foi de 96,7% de aprovação. As três unidades administradas pela Fundação do ABC estão entre as mais bem avaliadas. Em Mauá, a satisfação apurada no período foi de 98%. Em Praia Grande chegou a 97,6% e, em Santo André, foi de 96,3%.


Assunto: Últimas Notícias






Voltar   Imprimir   Topo   Página Inicial   Fale Conosco
 
ACIAM
Associação Comercial e Industrial de Mauá
Todos os Direitos Reservados - 2017

Central de Atendimento
(11) 4309-0400
Fale Conosco
 
Nossa Localização
Rua Guido Monteggia, nº 151
Centro - Mauá - SP
Mapa de Localização


Projeto desenvolvido
pela Agência de
Web & Design Globeweb
www.globeweb.com.br
Produzido por | globeweb | www.globeweb.com.br