Mauá, 30 de maio de 2017
Bom Dia

Atendimento
11 4309.0400
Fale Conosco   Associe-se

SCPCOnline
.
.
Você está em > Aciam > Notícias > Fortalecimento da autoestima é fundamental para combater o bullying
Fortalecimento da autoestima é fundamental para combater o bullying
Fortalecimento da autoestima é fundamental para combater o bullying
Fortalecimento da autoestima é fundamental para combater o bullying
O fortalecimento da autoestima de crianças e adolescentes é um dos pilares da metodologia da Escola da Inteligência, idealizada pelo escritor e psiquiatra Augusto Cury

O dicionário define a palavra autoestima como a característica de uma pessoa que valoriza a si mesma e passa a agir, pensar e exprimir opiniões de maneira confiante. O fortalecimento da autoestima de crianças e adolescentes é um dos pilares da metodologia da Escola da Inteligência, idealizada pelo escritor e psiquiatra Augusto Cury. Desde 2010 esta abordagem educacional já integra o currículo escolar de mais de 200 mil alunos, em 450 escolas públicas e privadas do Brasil e contribui para que estas instituições de ensino estejam preparadas para cumprir a Lei Antibullying.
Na etapa da vida que compreende a infância e a adolescência, os indivíduos se encontram mais fragilizados e propensos à tristeza e à depressão. Quando não há uma preparação emocional, todo este estímulo pode causar sérios danos para o desenvolvimento do indivíduo gerando estresse, angústia e ansiedade, por exemplo.
Ainda que a preocupação com esse tipo de situação seja crescente, muitos pais ainda têm dúvida sobre como identificá-la e como ajudar no combate a esse mal. A Escola da Inteligência dá algumas dicas:
Tipos de bullying
O mais fácil de identificar é o físico: seu filho surge com machucados, sem explicações muito lógicas ou seguras. Porém, existem outras formas tão graves quanto às agressões físicas:
Psicológico: a criança é perseguida e amedrontada constantemente, seja por gostos pessoais, aparência física, orientação sexual, condições financeiras ou crença, por exemplo.
Moral: a criança é vítima de difamação, calúnia e boatos. Hoje, ainda temos o agravante das redes sociais. O bullying nesses casos pode gerar consequências terríveis para o agredido.
Verbal: o agressor, constantemente, xinga a vítima ou a chama de apelidos humilhantes. Nesses casos, é comum que características físicas, como peso, cor da pele, cabelo ou alguma deficiência física sejam o grande alvo.
Social: a criança é isolada, ignorada e excluída propositalmente do convívio com os demais colegas.
Material: a vítima pode ter seus pertences furtados, escondidos ou danificados em função da perseguição.
Como identificar
Os pais e responsáveis cumprem papel essencial para identificar se uma criança ou adolescente está sofrendo bullying. O contato próximo e diário reduzem as chances de que seu filho passe por essa situação sozinho e sem auxílio.
É preciso ter cautela e sensibilidade na hora de julgar comportamentos anormais, como birra ou pirraça. Se seu filho é sempre muito calmo e passa a ser ansioso, fique atento. Se ele coloca empecilhos na hora de ir à escola como dor de barriga e dor de cabeça sem fundamento médico, pode ser um sinal de bullying escolar.
Ao primeiro sinal, converse abertamente e seja companheiro. Depois, alerte a escola e exija que providências sejam tomadas para evitar que isso perdure. Além disso, procure ter um olhar generoso e proponha que a escola também auxilie o agressor, pois toda violência tem raízes profundas. Essa criança também precisa de ajuda.
Como combater
O bullying escolar é coisa tão séria que deu origem ao Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Lei 13185/15). Esse programa não procura punir os agressores, mas sim transformar um ambiente hostil em um ambiente mais leve e promover uma cultura de paz e educação mais empática, como propõe a educação socioemocional.
Participe ativamente da proposta pedagógica do local onde seu filho estuda, participe das reuniões de pais e coloque-se à frente do bullying escolar.
Sobre a Escola da Inteligência
A Escola da Inteligência é a primeira empresa do Grupo Educacional Augusto Cury e foi criada em dezembro de 2010 na cidade de Colina - SP. Desde 2012, a Escola passou a funcionar em Ribeirão Preto, sob a direção de Camila Cury e Bruno Oliveira.
O Programa inovador é aplicado em 1 hora/aula por semana, dentro da grade curricular, como uma nova disciplina ou dentro de uma disciplina já existente e conta com o auxílio de materiais impressos e audiovisuais, avaliação do desenvolvimento da inteligência socioemocional e formação dos professores, para ensinar os alunos sobre o funcionamento da mente e os comportamentos humanos.
A metodologia da Escola da Inteligência é específica para cada faixa etária, e envolve as seguintes áreas do saber: Neurociência, Psicologia e Filosofia. Atualmente, o Programa atende diretamente mais de 300 mil alunos em instituições privadas e públicas no Brasil.
O site do programa é o www.escoladainteligencia.com.br


Assunto: Últimas Notícias






Voltar   Imprimir   Topo   Página Inicial   Fale Conosco
 
ACIAM
Associação Comercial e Industrial de Mauá
Todos os Direitos Reservados - 2017

Central de Atendimento
(11) 4309-0400
Fale Conosco
 
Nossa Localização
Rua Guido Monteggia, nº 151
Centro - Mauá - SP
Mapa de Localização


Projeto desenvolvido
pela Agência de
Web & Design Globeweb
www.globeweb.com.br
Produzido por | globeweb | www.globeweb.com.br